Fábio Eleutério retorna com vitória depois de quase dois anos sem montar

By: Jorge Cardoso - PBR Brasil -  sexta-feira, 2 de junho de 2017 @ 15:21

Fábio comemora pontuação no primeiro round - Foto por Alberto Gonzaga

Essa é uma daquelas histórias que servem como inspiração para muitas pessoas e mostra como o esporte é cheio de desafios e superações que nos colocam em constante evolução. 

Um dos personagens dessa história é o touro Patrão da FSM, da Cia Rancho 3 Irmãos/Floreal. O outro é o competidor Fábio Eleutério, considerado uma das revelações do esporte no Brasil. 

A cena começa no segundo round de Jaguariúna, interior paulista, em setembro de 2015. Em uma saída dura, o competidor é puxado para frente e tem o cotovelo atingido pelo chifre do touro. Com o impacto, o ombro também sofre uma lesão. A partir daquele momento, seriam 19 meses de tratamento. 

“Foi um período muito difícil para mim. Eu estava em uma ótima fase e vencer o Patrão da FSM naquele momento seria importante. Mas, tem coisas que pegam a gente de surpresa”, explicou Fabinho, um dia antes de voltar a montar pela PBR Brasil. 

Aos 24 anos de idade, e montando desde os 19, o competidor não escondia sai expectativa. “O que mais quero é voltar a montar bem, parar em meus touros. Tenho planos como todo atleta e quero muito um título nacional e a chance de competir nos Estados Unidos”. 

E no dia 1 de junho de 2017, em Divinópolis, lá estava Fábio Eleutério, sentado no vestiário com a Bíblia nas mãos lendo seus salmos e buscando inspiração e confiança. “Estou pronto. Espero que o resultado seja o melhor para mim e que eu possa voltar bem”, completou. 

E o resultado foi mais do que o esperado. A bordo do touro Curumim, da Cia Paulo Emílio, ele conquistou 86,75 pontos de nota, garantindo assim o segundo lugar na etapa de Divinópolis. Ainda na arena, foi muito aplaudido pelo público e saiu comemorando com os companheiros. 

“Estou muito feliz com o resultado. Foi além do que eu esperava. Isso me dá confiança e a certeza de que tenho de continuar lutando sempre pelos objetivos, treinando bastante e acreditando que podemos dar sempre a volta por cima”, disse. “Toda honra e toda glória a Deus que me capacita cada dia mais para seguir em frente”, finalizou.