Brasileiros dominam em noite que Jess Lockwood garante mais uma vitória

By: Jorge Cardoso - PBR Brasil -  sábado, 4 de novembro de 2017 @ 04:03

Foto por Andy Watson / BullStockMedia

LAS VEGAS – O terceiro round da Built Ford Tough Series, o mundial de montarias em touros realizado pela PBR (Professional Bull Riders) foi repleta de emoções e de mais uma vitória de Jess Lockwood.

O round começou frio, sendo melhor para os touros. A surpresa veio com Mike Lee ao garantir 87,00 pontos de nota quando a primeira bateria já se encaminhava para o final. Brennon Eldred, que veio uma montaria depois e fechou a seção 1, também levantou o público com seus 89,25 pontos.

Essas duas primeiras notas deram o tom do que seria o round 3, com os touros vencendo mais e altas notas quando os competidores conseguissem parar os oito segundos sobre os pesados de uma tonelada.

Luciano de Castro, campeão brasileiro de 2015, cravou 88,25 pontos em sua primeira parada nesta final. Logo em seguida, o atual dono do título brasileiro, José Vitor Leme, arrancou aplausos do público e a primeira grande nota da noite (e de sua carreira nos Estados Unidos), ao registrar 90 pontos sobre o touro Mudshark.

Dos oitos competidores da seção 2, apenas os brasileiros conseguiram se manter os oitos segundos sobre os touros.

A batera 3 teve mais cinco paradas das oito montarias previstas, incluindo os brasileiros Guilherme Marchi, com 83 pontos; Ramón de Lima, que pegou o touro Fire Rock no repete e garantiu 85,50 pontos e Alex Marcílio, atual campeão da Velocity Tour, com 85,00 pontos.

Os aplausos e vibração do público aumentar logo no início da seção 4, com o anuncio da montaria de Silvano Alves. O tricampeão do mundo estava em uma semana inspiradora, mas não conseguiu passar pelo touro Mar-A-Lago. Rubens Barbosa foi o único a pontuar nessa bateria, garantindo 87,50 pontos de nota.

A próxima bateria era uma das mais aguardadas, especialmente pela presença dos três melhores colocados na disputa do título de Revelação do Ano (Rookie of The Year), e de Kaique Pacheco, um dos competidores com altas chances do título.

Com a queda de Cody Teel, sobrou para Cláudio Montanha Jr. e Dener Barbosa ganharem fôlego na disputa do título. Montanha fez 87,75 pontos e Barbosa terminou a noite com 87 pontos, e ainda se mantém na liderança.

Kaique Pacheco, Eduardo Aparecido e Derek Kolbaba não conseguiram pontuar neste round. A briga ficou então Cooper Davis e Jess Lockwood. E ambos mostraram que estão inspirados e com muito fôlego para alcançarem o topo do mundo.

Cooper Davis foi o primeiro a montar na bateria e conquistar 90 pontos, outra grande nota. A última montaria foi a de Lockwood, que fez o T-Mobile Arena vibrar como nunca ao terminar os oito segundos com a maior pontuação da noite, 90,25, e garantir sua terceira vitória consecutiva, se afastando ainda mais na liderança do mundial.

 

RANKING DA ETAPA

1 – Jess Lockwood – 900 pontos;

2 – José Vitor Leme – 252,50 pontos;

3 – Cláudio Montanha Júnior – 202,50 pontos;

4 – Fabiano Vieira – 180,00 pontos;

5 – J.W. Harris – 152,50 pontos;

5 – Cooper Ddavis – 152,50 pontos;

 

RANKING DO MUNDIAL

1 – Jess Lockwood – 4737,50 pontos;

2 – Derek Kolbaba – 4415 pontos;

3 – Cooper Davis – 4283,33 pontos;

4 – Eduardo Aparecido – 4162,50 pontos;

5 – Kaique Pacheco – 3812,50 pontos.

 

RESULTADOS DOS COMPETIDORES BRASIEIROS

Emílio Resende x Lifting Lives - sem notas;

Luciano de Castro x Milky Jones - 88,25 pontos;

Jose Vitor Leme x Mudshark - 90 pontos;

Marco Eguchi x Big Kahuna - sem notas;

Guilherme Marchi x Hammer Down - 83,00 pontos;

Ramon de Lima x Gypsy Joe - 57,5 RR (Ramon de Lima x Fire Rock - 85,50 pontos);

Alex Marcilio x Wild Side - 85,00 pontos;

Silvano Alves x Mar-A-Lago - sem pontos;

Rubens Barbosa x Wiley - 87,50 pontos;

Claudio Montanha Jr. x Machinery Auctioneer's Crazy Horse - 87.75 pontos;

Dener Barbosa x Happy Camper - 87,00 pontos;

Joao Ricardo Vieira x Pneu-Dart's Southern Style - 81,25 pontos;

Fabiano Vieira x Shelly's Gangster - 85,00 pontos;

Kaique Pacheco x Wicked Stick - sem pontos;

Eduardo Aparecido x Oscar P - sem pontos.