Giliard Antônio volta após um ano e dois meses e é recebido com aplausos

By: Por Lindsay Finotello  sexta-feira, 27 de abril de 2018 @ 15:15

Foto por Alberto Gonzaga - PBR Brasil

Highlights

  • Ao montar no touro Ouro Preto (Cia São Francisco) ele lacrou os 8 segundos e ganhou 84,00 pontos
  • Desde criança Giliard sonhava em praticar esse esporte
  • O atleta foi um dos destaques da noite e recebeu muito carinho dos colegas

História

Com o coração cheio de fé e esperança o atleta entra na arena e volta a realizar seu sonho de infância: ser um profissional do esporte mais radical do mundo, a montaria em touros.

Desde criança, Giliard sonhava em praticar esse esporte, sua perseverança fez com que alcançasse seu objetivo. No início o atleta realizava seus treinos escondidos de sua família, que por zelo não queria que ele seguisse essa carreira.

“Sempre que eu falava que queria montar minha mãe dizia que iria me buscar e me bateria dentro da arena. Hoje ela e toda a minha família me apoia, mas ainda tem aquele medo”, disse o competidor.

Mas há um ano e dois meses Giliard teve que se afastar das arenas. O atleta sofreu uma séria lesão na musculatura da bacia, isso fez com que ele precisasse se ausentar das montarias para realizar seu tratamento.

Durante a recuperação, ele precisou ficar na cadeira de rodas por cerca de um mês; logo após iniciaram as sessões de fisioterapia, natação e exercícios de fortalecimento. Foram vários meses de preparação para voltar a montar os touros.

Antes de se afastar o competidor estava indo muito bem na temporada, ele e Dener Barbosa estavam praticamente disputando a fivela de 2016 do Monster Energy PBR.

Antônio voltou a montar na PBR na etapa de São José do Rio Pardo, na noite da quinta-feira (27). O atleta foi um dos destaques da noite e recebeu muito carinho dos colegas de montaria e do público, que o aplaudiu quando entrou na arena.

Foi a primeira montaria dele após a lesão e aparentemente ele continua sendo o competidor que conhecemos. Ao montar no touro Ouro Preto (Cia São Francisco) ele lacrou os 8 segundos e ganhou 84,00 pontos.

Ao ver o atleta voltar com todo o seu talento para as arenas todos vibraram e comemoraram com ele essa vitória.

Giliard diz que ainda há um sonho a alcançar, ele quer ser o campeão da PBR Brasil e ir para os Estados Unidos competir. “Meu maior sonho agora é competir nos Estados Unidos. No ano passado eu já estava preparando todos os documentos, mas acabei me lesionando. Vou lutar para tentar conseguir uma vaga para ir ano que vem”, contou.