‘Quero aproveitar agora e descansar’, diz Leme em férias no Brasil

By: Jorge Cardoso - PBR Brazil  sexta-feira, 27 de novembro de 2020 @ 17:09

Logo pela sexta-feira de manhã, os celulares do staff da PBR (Professional Bull Riders) Brazil tocaram. As mensagens foram uma só: hoje é dia de visita. O atual campeão mundial estava em passagem por São José do Rio Preto, no interior paulista, onde está localizado o escritório da empresa.

A camionete de Leme estacionou por volta das 10h no escritório. Com o jeito calmo de sempre, ele desceu, acompanhado por um amigo, e logo foi recepcionado pelo campeão mundial de 2008, Guilherme Marchi. O Embaixador o esperava no estacionamento da empresa com aquele sorriso e brincadeiras típicos.

Os cumprimentos de todos ali foram por vários minutos, afinal, a visita de Leme tinha alguns pontos especiais que vão além do décimo primeiro título mundial para o Brasil.

“Voltar aqui me faz relembrar muito a minha história como competidor. Lembro da primeira vez que estive aqui atrás de vaga para disputar em Colatina, no Espírito Santo. Depois disso, foram tantas mudanças na vida e hoje retorno como campeão mundial”, disse olhando para a sala de recepção da PBR Brazil.

Nesta mesma sala, em um canto, há uma imagem com os brasileiros que antecederam a Leme na conquista do mundial. “Sempre olhei essa imagem e me inspirei nela”, disse. “Mas agora precisa atualizar porque precisa ter a minha foto nela, né?”, brincou dizendo ainda para deixar espaço para mais títulos.

Leme chegou à PBR Brazil em 2017 na etapa de Londrina, Estado do Paraná, parando nos quatro touros que montou. O primeiro foi Em Chamas, da Cia Rancho 3 Irmãos de Floreal, terminando na quinta colocação com 84,75 pontos. Na final, o último desafio foi a bordo de Mexicano, da Cia Paulo Emílio, fechando com 88,00 pontos (empatado com Rafael Henrique dos Santos na primeira colocação).

O anfitrião Guilherme Marchi conversou bastante com Leme sobre a carreira. Ambos têm algo em comum, já que passaram pelo sabor não tão doce do vice-campeonato antes de conquistarem o sonhado título mundial.

“José Vitor é novo e muito determinado. Não é de desistir. Sua dedicação e foco vão levá-lo ainda para mais títulos mundiais, assim esperamos. Vamos ouvir falar muito dele ainda”, comentou enquanto fazia fotos.

Depois da recepção, fotos e de uma transmissão ao vivo no Instagram oficial da PBR Brazil, conversamos um pouco mais sobre a temporada, o título mundial e seu retorno ao Brasil.

“Estou aqui para descansar um pouco. A temporada exigiu bastante, ainda mais neste momento em que vivemos de pandemia. Foram muitos dias de treino em academia e nos touros, além das etapas. Mas agora preciso descansar um pouco. Estou revendo meus amigos, familiares, passando tempo com minha família e aproveitando para desestressar. Será muito importante esse tempo”, comentou.

Leme estava com a esposa Amanda em São José do Rio Preto para assuntos particulares. Ao final da tarde seu endereço seria o Estado do Mato Grosso do Sul. “Vou ver meu pai, ficar com ele um pouco, e aproveitar para colocar alguns assuntos particulares em dias também”.

O retorno aos Estados Unidos está previsto para janeiro. “Vou passar as festas de final de ano aqui. Em seguida retorno para a temporada 2021 e já nos preparar para o nascimento do meu primeiro filho. Eu e Amanda estamos muito felizes, foi uma inspiração para mim esse ano”, completou.

Em 2017, logo quando chegou, Leme estava entre os novatos da PBR Brazil e logo se destacou. Relembramos alguns momentos como entrevistas e a relação entre assessor de comunicação e atleta. Ao final da conversa, de quase duas horas, falamos sobre o esporte de montarias em touros, a temporada, a vida e, claro, sobre futebol.

O mais interessante é que, mesmo esses anos todos sem nos ver pessoalmente, parece que nada mudou. O mesmo jeito humilde e atencioso de sempre, a atenção na hora de conversar, e focado naquilo que sabe fazer de melhor, que é ser um atleta de montarias em touros.

“Eu amo o que eu faço e me dedico muito, desde o primeiro dia até hoje. E não vou parar. Ano que vem quero manter o foco e o trabalho, montar cada touro e buscar o melhor em cada uma dessas montarias. Entrego nas mãos de Deus e confio. Mas luto muito para conquistar meus objetivos”, finalizou.