Onze brasileiros estão entre os vinte melhores do mundo

By: Jorge Cardoso  quarta-feira, 17 de março de 2021 @ 17:00

Foto por Bullstockmedia - Global Cup 2020

O Brasil é um grande celeiro para atletas de diversas modalidades, especialmente para a montaria em touros. Neste momento onze brasileiros estão entre os 20 melhores do mundo no ranking da temporada 2021 da PBR (Professional Bull Riders), o maior campeonato da modalidade.

Os dados do ranking são contabilizados pelos pontos conquistados tanto na Unleash The Beast quanto nos demais torneios, como Pendleton Whisky Velocity Tour, Touring Pro Division e até campeonatos nos demais países.

A competição se torna ainda mais acirrada entre Brasil e Estados Unidos se olharmos diretamente para o topo da tabela. Apenas 48,50 pontos separam dois campeões mundiais, Cooper Davis, líder com 361,50 pontos, e Kaique Pacheco, com 313 pontos. O americano tem 52,63% de aproveitamento, enquanto o brasileiro tem 56,25%, as duas maiores entre os dez primeiros.

PACHECO VENCE EM GLENDALE E SE APROXIMA DO LÍDER NO MUNDIAL

Davis competiu em oito eventos, venceu um e parou em dez das 19 saídas que teve. Pacheco também esteve em oito etapas, venceu duas, e parou em nove dos 16 touros que encarou. Lembrando que Cooper Davis foi campeão mundial em 2016 e Kaique Pacheco campeão em 2018 e ambos estão com sede de mais um título.

Junior Patrik Souza é o quinto colocado no mundial, com 191 pontos. O sul-mato-grossense tem 205,50 pontos conquistados 12 etapas, incluindo a Unleash The Beast. Foram dez paradas nos 22 touros que montou, e seu aproveitamento é de 33,33%. Souza já chegou a liderar o Mundial.

Maurício Gulla Moreira é o sexto no ranking mundial com 176,00 pontos, que também já liderou o Mundial, tem um aproveitamento de 36%, já que parou no nove dos 25 touros que montou, considerando tanto a liga principal quanto os demais campeonatos. Moreira venceu a etapa de Ocala, em janeiro.

Em sétimo lugar está Rafael Henrique dos Santos, com 174,00 pontos e 44,44% de aproveitamento. Dos Santos participou de oito eventos e parou em oito dos 18 touros que montou, incluindo Chiseled e Smooth Operator que, por pouco, não garantiram ao cowboy uma posição melhor no ranking.

Encerrando os dez primeiros estão João Ricardo Vieira e o tricampeão mundial Silvano Alves, com 163,50 e 152,50 respectivamente. Vieira já declarou que está com “fome pelo título mundial” e pode quebrar alguns recordes ainda esse ano, já que pode ser um dos competidores mais velhos a conquistar a fivela principal, e está apenas duas montarias de entrar para o seleto grupo dos cowboys com mais de 300 montarias qualificadas.

Alves declarou durante entrevista ao programa Fanáticos PBR que o veremos por mais uns cinco anos ainda nas arenas e pode tem totais chances de se tornar o primeiro a conquistar quatro títulos mundiais, já que é o único tricampeão ainda em atividade — Além dele, apenas o também brasileiro Adriano Moraes detém essa marca, sendo o primeiro a conquistá-la.

 

 

Top 20

Com 151,83 pontos na décima primeira colocação está o campeão brasileiro de 2016, Dener Barbosa. O paulista tem 33,33% de aproveitamento nas 11 etapas que participou, parando em sete dos 21 touros que encontrou pelo caminho. Ainda não contabilizou vitória em etapa.

Da décima quarta a décima sexta colocação vem os brasileiros José Vitor Leme (138,00 pontos), Marco Eguchi (134,50) e Eduardo Aparecido (125,50).

O atual campeão mundial sofreu duas lesões nessa temporada e participou apenas de dois eventos, tendo conquistado um inclusive, em Fort Worth, no Texas, logo quando retornava depois de ficar afastado mais de 30 dias por uma fratura no tornozelo direito. No entanto, Leme teve de ficar fora mais uns dias por ter fraturado duas costelas. Por incrível que pareça, no seu evento de retorno.

No segundo round, durante disputa com Rooty Tooty, Leme caiu aos 5,38 segundos, batendo fortemente com o corpo sobre o touro. Mesmo assim, ainda finalizou a etapa com sua segunda maior nota da carreira, 94,75 a bordo de Woopa, touro que lhe rendeu 95,75 ano passado, na final mundial.

Eguchi vem com 41,67% de aproveitamento em seis etapas que disputou, parando em cinco dos doze touros. Inclusive, Eguchi faturou o primeiro 15/15 Bucking Battle do ano, realizado em Okeechobee, na Flórida, com uma parada de 94 pontos em Smooth Operator.

EGUCHI FAZ 94 PONTOS EM SMOOTH OPERATOR E FATURA PRIMEIRO 15/15 DO ANO

Aparecido detém 125,50 pontos até o momento tendo participado de seis eventos, parando em 6 dos 16 touros que encarou. O brasileiro tem 37,50% de aproveitamento.

E encerrando o TOP20 vem Alex Cerqueira, com sete eventos na lista e um aproveitamento de 40%. Cerqueira está na décima oitava colocação com 119,50 pontos. Ele parou em seis dos 15 touros que montou. O brasileiro está empatado com o bicampeão mundial Jess Lockwood.

Próxima parada

A Unleash The Beast continua neste final de semana em Kansas City (MO). Os fãs podem acompanhar as disputas no sábado, dia 20, a partir das 20h45, e no domingo a partir das 15h45 (horário de Brasília).

 

2021 Professional Bull Riders Unleash The Beast

  1. Cooper Davis - 361.50
  2. Kaique Pacheco - 313.00
  3. Cole Melancon - 247.00
  4. Keyshawn Whitehorse - 238.50,
  5. Junior Patrik Souza -205.50
  6. Mauricio Gulla Moreira - 176.00
  7. Rafael Henrique dos Santos - 174.00
  8. Colten Fritzlan - 168.00
  9. João Ricardo Vieira - 163.50
  10. Silvano Alves - 152.50
  11. Dener Barbosa - 151.83
  12. Kyler Oliver - 146.00
  13. Taylor Toves - 142.00
  14. Jose Vitor Leme - 138.00
  15. Marco Eguchi - 134.50
  16. Eduardo Aparecido - 125.50
  17. Derek Kolbaba - 120.00
  18. Jess Lockwood - 119.50
  19. Alex Cerqueira - 119.50
  20. Mason Taylor - 114.50
  21. Dalton Kasel - 90.00
  22. Cody Teel - 83.50
  23. Lucas Divino - 81.00
  24. Jesse Petri - 76.83
  25. João Henrique Lucas - 75.00
  26. Brennon Eldred - 70.50
  27. Brady Fielder - 69.00
  28. Ezekiel Mitchell - 66.00
  29. J.T. Moore - 59.00
  30. Claudio Montanha Jr. - 52.50
  31. Kyle Jones - 50.50
  32. Eli Vastbinder - 47.50
  33. Rodrigo Melgar - 47.33
  34. Marcelo Procopio Pereira - 47.00
  35. Kurt Shephar - 44.33