Atleta constrói arena com as medidas oficiais para treinar

By: Lindsay Finotello / PBR Brasil  quinta-feira, 7 de junho de 2018 @ 15:57

Arquivo pessoal

Highlights

  • Bruno Scaranello é o líder do Monster Energy PBR com 875 pontos
  • Das 23 montarias realizadas nessa temporada, ele parou em 14
  • O índice de aproveitamento de Bruno é de 60,87%

“Um sonho realizado”. É assim que Bruno Scaranello descreve a construção da arena em sua casa. “Sempre tive um sonho de ter uma arena e falava paro meu pai, até que conseguimos montar uma”, conta.

O competidor, de apenas 21 anos, montou a arena no sítio da família ao lado do curral, em General Salgado, estado de São Paulo. Para tornar o treino mais profissional, no local foram usadas as medidas oficiais da PBR (Professional Bull Riders).

“Montamos com as mesmas medidas dos bretes oficiais, para tornar o treino mais parecido com a competição”, diz Bruno.

O atleta empresta a arena para alguns amigos treinarem e muitos iniciantes passam para visitar o local e observar os treinos. “Montei a arena e os bretes para treinar mesmo, então alguns amigos meus também treinam aqui comigo, nós nos ajudamos. Às vezes alguns meninos novos vêm aqui para ver os treinos e conversar com a gente”, explica.

Para treinar é preciso de um touro que tenha bons pulos também, mas isso não é um problema para o atleta. Ele e o pai criaram o Bisão, que ajuda o competidor a se preparar para as competições. “Consegui fazer um touro bom de treinar eu e meu pai criamos ele aqui no sítio”, afirma.

Treinar em um ambiente mais parecido com as competições ajuda os atletas a se prepararem para o momento da montaria oficial. Bruno conta que montar a arena ajudou a aperfeiçoar suas técnicas.

“Como a arena tem as mesmas medidas que as oficiais consigo me preparar melhor para as competições. Com o Bisão e a arena já melhorarei minhas técnicas, sinto que me ajuda muito treinar assim”, diz o competidor.

Bruno é o líder do campeonato brasileiro e está se preparando para a próxima etapa, que será em Americana - São Paulo. “Estou treinando bastante pra Americana e estou focado, espero que eu consiga montar bem e tenho fé tudo vai dar certo”, conta.

O atleta sempre foi apaixonado pelas montarias e admirava o seu vizinho, Flávio Viana. Bruno teve o apoio do atleta quando iniciou sua carreira. Flávio já participou de várias competições dentro e fora do Brasil.

“Sempre admirei o Flávio, ele é vizinho aqui do sítio e me ajudou muito. Ele é como um padrinho para mim neste esporte porque ele sempre me apoiou e me ensinou. Com certeza é meu exemplo”, completa.

Assim como todo atleta que inicia sua carreira no esporte mais radical do mundo, Bruno também quer chegar aos Estados Unidos e competir com os grandes nomes da montaria em touros.

“Acho que todos os atletas têm o mesmo sonho, conseguir montar nos Estados Unidos e eu quero muito chegar lá. Mas meu futuro está nas mãos de Deus e acredito que tudo vai dar certo”, conclui o competidor.