Emilio Resende empata na primeira colocação do round 2

By: Justin Felisko  domingo, 6 de janeiro de 2019 @ 06:54

Andy Watson/BullStockMedia.com

Emilio Resende perdeu a Final Mundial da PBR em apenas duas de suas sete temporadas anteriores na PBR.

Ambas as faltas vieram por causa de ferimentos. Em 2015, Resende perdeu os primeiros sete meses da temporada após uma recuperação de nove meses da cirurgia reconstrutiva do joelho direito. No ano passado, Resende ficou fora por cinco meses devido a uma cirurgia reconstrutiva do ombro esquerdo.

O competidor de 31 anos tem esperança de poder voltar à World Final pela sexta vez em 2019, e está em um ótimo começo até agora.

Resende empatou com Stetson Lawrence na vitória da 2ª rodada no Monster Energy Buck Off At The Garden, apresentado por Ariat, na noite de sábado, a bordo do touro Kick Out The Lights por 87,25 pontos.

“O ano passado foi um ano difícil na minha vida para tudo”, disse Resende. “Eu machuquei meu ombro e tive uma cirurgia. Fiquei cinco meses fora.

O duas vezes campeão mundial e analista da CBS Sports, Justin McBride, comentou o esforço de Resende.

"Este é um cara grande, forte e durão que coloca no trabalho dia após dia", disse McBride na CBS Sports Network. “Montar em touro é difícil para ele. Ele não é um desses caras chamativos que podem entrar no ritmo e pode ser fácil para ele”.

Resende havia retornado com quatro eventos restantes na série principal, mas no final ele caiu 172,5 pontos atrás da classificação para a PBR World Finals de 2018.

Ele tem mais quatro isenções de lesões para usar antes de estar sujeito ao corte da Unleash The Beast deste ano.

Resende, que competiu em alguns torneios abertos no Brasil em preparação para a temporada de 2019, está em quarto lugar na média geral do evento. Ele anteriormente montou White Out por 82,5 pontos na primeira rodada e vai enfrentar Stuntman Ray (10-8, UTB) na terceira rodada.

Os fãs podem assistir a Round 3 no RidePass.

O atleta de Santa Helena do Goiás, Brasil, está cinco pontos atrás do líder do evento, Jess Lockwood.

"Eu sei que preciso de pontos para fazer as finais novamente", disse Resende. “Eu tive muitos problemas no ano passado, mas me concentrei e voltei a Nova York, o primeiro evento do ano, e tentei conseguir alguns pontos para ficar no Top 35. Isso é muito importante. Muito dinheiro. Os melhores touros e os melhores caras”.